Busca

Termo da busca:
"Gutemberg de Vilhena Silva"
7 resultado(s).

A Fronteira Brasil-França: Mudança de usos político-territoriais na fronteira entre Amapá (Brasil) e Guiana Francesa (França)

O artigo analisa a relação político-institucional entre Brasil e França com foco no Estado do Amapá, pelo Brasil e na Guiana Francesa pela França. Inicia-se com algumas considerações sobre a Geopolítica regional que se configurou nos tempos do delineamento do limite entre os dois países, o único que conecta um país sul-americano e um europeu. (Leia mais…)

Da periferia à espaço estratégico: a construção a condição fronteiriça amapaense

Este artigo visa discorrer sobre a mudança de enfoques da fronteira da Amazônia setentrional, de periférica para estratégica, implicando em novas normatizações para o uso do território, novas implicações geopolíticas e novos conflitos decorrentes das reconstruções da fronteira, em especial a amapaense. A hipótese aqui considerada indica que a condição fronteiriça amapaense é decorrente da (Leia mais…)

Equipe

Coordenação Dra. Lia Osorio Machado – PPGG/ UFRJ   Dra. Rebeca Steiman – PPGG/UFRJ   Pesquisadores Dr. Murilo Cardoso de Castro  MSc. Letícia Parente Ribeiro – Geografia/UFRJ   Dr. Paulo Cesar Peiter – FIOCRUZ   Dr. André Reyes Novaes – Geografia/UERJ  Dr. Licio Caetano do Rego Monteiro – Geografia/UFF-Angra   Dr. Luís Paulo Batista da Silva   Pós-graduandos Pedro Aguiar Tinoco do Amaral – Mestrando, PPGG/UFRJ (Leia mais…)

Fronteira política: alguns apontamentos sobre este tema clássico da Geografia Política

Este artigo visa contribuir com o debate conceitual e operacional sobre um dos clássicos temas da Geografia Política, a fronteira, bem como trazer ao debate outras noções subjacentes a ela, que são zona e faixa de fronteira. Posteriormente, o ensaio aponta alguns novos caminhos para se pensar as fronteiras atualmente. Isto porque as incursões investigativas sobre (Leia mais…)

Interações espaciais Amapá (Brasil) – Guiana Francesa (França)

Desenvolvendo a análise das interações espaciais – amplo e complexo conjunto de deslocamento de pessoas, mercadorias, capital e informação no espaço geográfico – entre o Amapá e a Guiana Francesa, Silva aponta que entre 1900 e 1995 não existiam políticas territoriais entre Brasil e França com repercussão direta na fronteira, a não ser algumas poucas (Leia mais…)

Novos Usos e (Re)Construções da Condição Fronteiriça Amapaense

O processo de integração física entre países, assim como mecanismos de cooperação transfronteiriça institucionalizada, está se tornando cada vez mais frequente na América do Sul. Está claro que um dos grandes protagonistas nesse contexto é o Brasil, cuja política tem sido orientada para a implementação de obras estratégicas de envergadura internacional como os corredores bioceânicos, rodoviários (Leia mais…)


Design e desenvolvimento: SteimanKnorr.com