Amazônia Brasileira

A Gestão Territorial na Zona De Fronteira Acre-Peru e seus efeitos para os Povos Indígenas

Este trabalho procura compreender os efeitos territoriais das interações transfronteiriças na zona de fronteira Acre (Brasil) – Madre de Dios, Ucayali (Peru). Especificamente, analisamos a influência da gestão territorial, na forma de assimetrias e singularidades decorrentes do contato entre institucionalidades diversas, para o acirramento ou minimização de conflitos sócio-ambientais na região. A partir de um levantamento preliminar os povos (Leia mais…)

A demarcação da Terra Indígena Raposa / Serra do Sol (Roraima): conflitos entre territorialidades (1993-2005)

A presença de uma Terra Indígena na Faixa de Fronteira, as disputas políticas e territoriais estabelecidas entre organizações indígenas tradicionais, organizações não-governamentais, órgãos da administração pública federal, estadual e municipal, as comunidades indígenas, fazendeiros, pecuaristas, garimpeiros, sociedade local e o Exército, compõem uma complexa rede com rebatimentos espaciais importantes. Acreditamos que os objetivos destes diversos (Leia mais…)

A Fronteira Agrícola na Amazônia Brasileira

  [PDF] MACHADO, L. A Fronteira agrícola na Amazônia brasileira. Revista Brasileira de Geografia, 54(2): 27- 55, 1992.

A Fronteira do Guaporé: o processo de apropriação de terra e a organização do espaço agrário

Caban, L. 1999.  A Fronteira do Guaporé: o processo de apropriação de terra e a organização do espaço agrário. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Programa de Pós Graduação em Geografia, Universidade Federal do Rio de  Janeiro, Rio de  Janeiro.

A geografia das cidades de fronteira: um estudo de caso de Tabatinga (Brasil) e Letícia (Colômbia)

A atual tendência de formação de blocos econômicos regionais e as diásporasde povos com nacionalidade compósita numa escala sem precedentes no passado provocaram uma mudança fundamental na abordagem das fronteiras e limites internacionais. Como parte dessa transformação conceitual, alguns pesquisadores têm se preocupado em compreender os efeitos da desfuncionalização parcial das fronteiras políticas internacionais e (Leia mais…)

A ordenação do espaço no Mato Grosso: as relações entre o complexo da soja, a urbanização, e as unidades fito-geográficas

A ocupação do Mato Grosso intensificou-se a partir da década de 70, com as políticas e programas regionais do governo, que atuaram direta ou indiretamente neste estado. Pode-se destacar o POLONOROESTE, POLOCENTRO, PROTERRA, a construção das estradas BR 163 e BR 364, e os projetos de colonização privada, destinados aos pequenos e médios produtores do (Leia mais…)


Design e desenvolvimento: SteimanKnorr.com