O presente trabalho está inserido no sub-projeto “Fronteira Brasil-Bolívia: Evolução das interações e conflitos atuais” vinculado ao projeto “Território, territorialidades e redes em fronteiras continentais Sul-americanas”, desenvolvido pelo grupo RETIS/UFRJ desde 1998. Temos como objetivo central do nosso trabalho ampliar os conhecimentos das características geográficas da zona de fronteira Brasil-Bolívia. Essa área se estende por 3.423 KM da divisa internacional brasileira, apresenta uma grande diversidade regional que durante décadas não recebeu a devida atenção dos respectivos governos centrais, essa zona de fronteira é cenário de conflitos e políticas que dão uma nova dimensão estratégica às fronteiras brasileiras. Como objetivo específico pretendemos elucidar, a partir das características mostradas, quais são as interações transfronteiriças mobilizadas na zona de fronteira, que espaços são articulados e conectados por essas interações e de que natureza elas são constituídas.

Utilizaremos dados quantitativos extraídos dos institutos de estatística dos dois países – IBGE e INE – e do MDICE – Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior -, analisando os seguintes temas: população, migrações e comércio exterior. Além deles, foram úteis à pesquisa informações coletadas em trabalhos de campo do grupo Retis. Para a visualização dos elementos estudados foram confeccionados mapas ilustrativos das características geográficas e dos fluxos transfronteiriços.

[PDF]

SILVA, L. P. B. 2008. Elementos para a caracterização e interações transfronteiriças no segmento Brasil-Bolívia. In: Anais do XV Encontro nacional da AGB. São Paulo: AGB.